Obras sem data

Sicre, Juan José

Juan José Sicre (nascido Juan José Sicre Velez em 1898 - 1974) foi um dos maiores escultores cubanos. Sua escultura mais famosa é de José Martí y Pérez (1958) (o Memorial José Martí) na Plaza de la Revolución, em Havana. Sicre se formou em uma academia de arte em Havana em 1919 e ganhou uma bolsa de estudos de arte para ir para a Europa, onde estudou em Madrid na Escola de Belas Artes de San Fernando e mais tarde sob Antoine Bourdelle em Paris, retornando a Cuba em 1927. Sicre, juntamente com Gattorno e com o pintor Victor Manuel introduziu estilo de arte moderna europeia a Havana, e começou Movimento Arte Moderna de Cuba. Sicre tornou-se professor de escultura na Academia de San Alejandro. Ele é mais conhecido em Cuba por seus grandes monumentos a José Martí, Simón Bolívar, e Victor Hugo, todos localizados em Havana. Ele também fez estátuas de Eugenio María de Hostos na República Dominicana e de Alexandre Pétion Sabes e dos Heróis da Batalha de Vertières no Haiti. Nos Estados Unidos, tem um busto de John F. Kennedy, no Banco Interamericano de Desenvolvimento. Ele também tem, em Washington, DC bustos de Henry Clay, José Cecilio del Valle e Rubén Darío, no edifício da OEA. Na Gainesville, Flórida, há uma cabeça de bronze de José Martí, no Centro de Estudos Latino-americanos da Universidade da Flórida. Em Caracas, na Venezuela, ele produziu um monumento a Rómulo Gallegos. Ele era casado com Silvia D. Escoubet e seu filho, Jorge Sicre Escoubet, morava em Cleveland, Ohio, e seu neto, Jorge Luis Sicre-Gattorno (1958 -), é um pintor nos Estados Unidos. Extraído da Wikipedia. Responsável: Jorge Coli.

Dados sobre o Warburg

22300

6155

4953

© 1994-2022 CHAA – Centro de História da Arte e Arqueologia | CONTATO | SOBRE O SITE