Obras sem data

Ocaña Odio, Ernesto

Ernesto Ocaña Odio (1905 - 1983) foi um fotógrafo cubano que se dedicou ao jornalismo fotográfico. Nasceu em Santiago de Cuba começou seu trabalho em lojas de impressão e em 1929 tornou-se assistente Moises Hernandez no jornal \"Diário de Cuba\", onde um desenvolver o seu trabalho como fotojornalista até depois da Revolução, ele se juntou ao jornal \"Sierra Maestra\". Durante trinta anos foi responsável pela fotografia no Diario de Cuba foi o jornal mais popular em Santiago. Assim, a vida em Cuba cerca de metade do século XX é o tema central de sua obra, mas também há imagens outros campos fotográficos. Suas reportagens mais conhecidas são aquelas feitas no assalto ao quartel Moncada, o julgamento assaltantes do desembarque do Granma e da morte de Frank País. Ele lecionou na Escuela de Periodismo de Oriente e recebeu vários prêmios e reconhecimentos, mais notavelmente a \"Ordem Nacional de Cultura\", atribuída pelo governo cubano em 1982. Extraído da Wikipedia, responsável: Jorge Coli

Dados sobre o Warburg

21053

6155

4443

© 1994-2020 CHAA – Centro de História da Arte e Arqueologia | CONTATO | SOBRE O SITE