Obras sem data

Bengtsson, Dick

Dick Bengtsson nasceu em Estocolmo, Suécia, em 1936 e morreu já em 1989, aos 53 anos. Autodidata mas ao mesmo tempo parte de uma geração de artistas suecos com consciência teórica nos anos 1960 e 1970, sem nunca ter conseguido inteiramente entrar para a corrente dominante durante sua vida. Sempre um pouco “errado”, sempre um pouco contra a corrente (e talvez não seja de admirar que seu livro favorito fosse o clássico pré- surrealista de 1884 de Joris-Karl Huysmans intitulado À rebours (em português Contra a corrente). Mas ele era um “artista de artistas”, tanto para sua própria geração como, ainda mais, para a geração seguinte. E foi também após a sua morte que ele realmente alcançou o status cult na Suécia e também em exposições como a icônica Der zerbrochene Spiegel com curadoria de Kasper König e Hans-Ulrich Obrist, na qual foi premiado com sua própria sala extraordinariamente bela, e inquietante.

Dados sobre o Warburg

22300

6155

4953

© 1994-2022 CHAA – Centro de História da Arte e Arqueologia | CONTATO | SOBRE O SITE