Obras sem data

Levieux, Reynaud

Pintor francês (Nîmes 1613 - Roma [?] Após 1694).

De uma família protestante, ele foi para Roma em 1640, trabalhar com cópias de Raphael e retornou a Nimes em 1644. Com sede em Montpellier em 1649, ele participou da decoração do hotel Autheville, realizando desenhos de tapeçaria sobre o tema da vida de Moisés. Estabelecido em Avignon, pintou em 1651 uma Sagrada Família para os Cartuxos (colegiada de Villeneuve-lès-Avignon); pintou a Purificação da Virgem (1654) para Notre-Dame-des-Doms. Entrou em 1659 na irmandade dos Penitentes Negros, o qual ele pintou uma Deposição de São João Batista (Museu de Nîmes). Pintou muitos quadros para hotéis e igrejas de Avignon, e também para as igrejas de Aix-en-Provence (visitação, 1660, Madeleine, o Saint Bruno, 1665, Saint-Jean-de-Malte). Em 1669, Levieux retornou a Roma novamente, do qual ele ainda enviou fotos para a Provença; ele pintou em Roma, o Saint Denis e o milagre dos cegos (Roma, Saint-Louis-des-Français). Terminou sua vida como um monge cartuxo. Sua arte, o classicismo austero herdado de Rafael e um refinamento real no projeto de lei e nos estilos de cores sóbrias, recebeu recentemente a honra.

Extraído da enciclopédia Larousse.

Dados sobre o Warburg

19190

5840

3771

© 1994-2019 CHAA – Centro de História da Arte e Arqueologia | CONTATO | SOBRE O SITE