Obras sem data

Herrera, Carlos Maria

Carlos Maria Herrera ( 18 de dezembro de 1875 , Montevideo - 14 de março de 1914) foi um pintor uruguaio.
Iniciou seus estudos com Pedro Queirolo em Montevidéu e em 1895 viajou para Buenos Aires, onde freqüentou aulas com Eduardo Sivori na Sociedade de Incentivo de Belas Artes. Em 1898 ele fez uma viagem de estudo a Roma com uma bolsa de estudos do governo uruguaio, onde estudou com o espanhol Salvador Sánchez Barbudo e Mariano Barbaso Lagueruela. Em 1902 ele voltou para a Europa e se estabeleceu com bolsa de estudos na Espanha, onde trabalhou com Joaquin Sorolla y Bastida por 3 anos. Em 1905 ele voltou para casa e montou sua oficina no bairro Capurro.
Foi fundador, diretor e professor do Círculo de Belas Artes de Desenvolvimento. Passaram por suas salas de aula muitos artistas que mais tarde gostaria de salientar no seu trabalho.
É considerado um dos pioneiros do modernismo no Uruguai. Suas obras refletem a atmosfera da belle epoque Montevidéu, com atmosferas e esmaltes finas, uso expressivo da cor, manchas e recheios. 
Especialista em retratos, era o favorito da alta sociedade da época Montevidéu. Seus retratos de senhoras e as crianças mostram o domínio que detinha na técnica de pintura pastel.
Ele também se aventurou, como alguns de seus contemporâneos, nativismo, pintando diferentes razões gaúchos e criollos. Assim fez o gênero de pintura historicista, dentro do qual se encaixam dois amplamente popularizado observou obras: Artigas em Hervidero e Congresso abril 1813.
Você pode ver suas obras no Museu Nacional de Artes Visuais, Museu de História Nacional, Museu Gallino (Salto), Museo Nacional de Bellas Artes (Argentina).
Extraído do wikipedia

Dados sobre o Warburg

21298

6155

4578

© 1994-2020 CHAA – Centro de História da Arte e Arqueologia | CONTATO | SOBRE O SITE