Obras sem data

Garber, Daniel

Daniel Garber (1880-1958) era um pintor americano de paisagens, impressionista  e membro da colônia de arte em New Hope, Pensilvânia. Ele é mais conhecido hoje por suas grandes cenas impressionistas da área de New Hope, em que muitas vezes representou o rio Delaware. Ele também pintou obras internas figurativas e se destacou com gravuras. Além de sua carreira na pintura, Garber ensinou arte na academia de Belas Artes da Pensilvânia  por mais de quarenta anos.
Garber nasceu no dia 11 de abril de 1880 em North Manchester, Indiana. Ele estudou arte na Academia de Arte de Cincinnati, e na academia de Belas Artes da Filadélfia na Pensilvânia de 1899 a 1905. Durante esse tempo, Garber conheceu e se casou com sua esposa, Mary Franklin, que também era uma estudante de arte. Na tradição de muitos artistas americanos, Garber e sua esposa viajaram para a Europa para completar a sua educação artística. Voltando para a América em 1907, a conselho do artista William Langson Lathrop ele se estabeleceu em Cuttalossa, Pennsylvania, a seis milhas acima do rio Delaware de New Hope.
Como a maioria dos pintores impressionistas, Garber pintou paisagens en plein air, diretamente da natureza. Expôs seus trabalhos em todo o país e ganhou inúmeros prêmios, incluindo uma medalha de ouro na Exposição Internacional Panamá-Pacífico (1915), em San Francisco, Califórnia. Ele foi eleito membro da Academia Nacional de Design em 1913. Garber morreu em 5 de julho de 1958, depois de cair de uma escada em seu estúdio. Hoje, as pinturas de Garber são consideradas por colecionadores e historiadores de arte para estar entre os melhores trabalhos produzidos a partir da arte na colônia de New Hope. Suas pinturas são de propriedade de grandes museus, incluindo o Museu Smithsonian American Art, em Washington, DC, e do Instituto de Arte de Chicago.
Extraído do Wikipedia.

Dados sobre o Warburg

19852

6058

3881

© 1994-2020 CHAA – Centro de História da Arte e Arqueologia | CONTATO | SOBRE O SITE