Obras sem data

Brett, John Edward

John Brett (1831-1902) foi um artista associado com o movimento Pré-Rafaelita (mesmo não considerado por ele próprio como um pintor pré-rafaelita) principalmente conhecido por suas paisagens altamente detalhadas.

Brett nasceu perto de Reigate no dia 8 de dezembro de 1831. Era filho de um veterinário do exército. Em 1851 ele começou a ter aulas de arte com James Duffield Harding, um pintor de paisagens. Ele estudou também com Richard Redgrave. Em 1853 ele entrou para a Royal Academy schools, contúdo estava mais interessado nas idéias de John Ruskin e William Holman Hunt, através de quem conhece o poeta Coventry Patmore. Inspirado pelo ideal de Hunt da pintura de paisagem científica, Brett visitou a Suíça, onde trabalhou em paisagens topográficas e mais tarde sob as influências de John William Inchbold.

Em 1858 Brett exibiu "A Stonebreaker", a pintura que fez sua reputação. Esta mostrava um jovem quebrando pedras para criar uma estrada, sentado em uma paisagem iluminada e brilhantemente detalhada. A precisão do detalhe geológico e botânico muito impressionou Ruskin que elogiou o quadro, predizendo que Brett estaria apto a pintar uma obra-prima se fosse visitar o Val d'Aosta, na Itália. Parcialmente financiado por Ru skin, Brett fez a viagem para pintar o local, exibindo-o em 1859, novamente obetendo elogios de Ruskin, que comprou o quadro. Outros críticos foram menos efusivos, um descrevendo como "uma lápide para o pós-Ruskinismo".

Brett continuou a pintar vistas cuidadosamente detalhadas, permanecendo na Itália, em muitas ocasiões na década de 1860. Ele sempre frisou a precisão científica em sua percepção da natureza, muitas vezes, infundido com significado moral e religiosa, tal como recomendado pelo Ruskin. Em seus últimos anos pintou temas de costeiras e marinhas, assuntos que ele conheceu bem devido a seu próprio barco.

 
Durante os verões na década de 1880 Brett alugou o castelo em Newport, Pembrokeshire para usar como base para a sua grande família enquanto ele pintou, desenhou e fotografou as costas do sul e oeste do País de Gales. Uma exposição em 2001 no Museu Nacional do País de Gales, Cardiff, intitulado John Brett - a Pre-Raphaelite on the Shores of Wales reuniu muitos das maiores obras deste período.


Brett também era interessado pela astronomia, tendo estudado o assunto desde a infância. Ele foi eleito Fellow da Royal Astronomical Society em 1871.

Dados sobre o Warburg

21066

6155

4451

© 1994-2020 CHAA – Centro de História da Arte e Arqueologia | CONTATO | SOBRE O SITE